Uma Teia de Família


Matias Cardoso was born about 1715 in Itambi em Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. He died in 1776/1779 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. He married Maria Rodrigues about 1735 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

Maria Rodrigues was born about 1715 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She died in 1776/1779 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She married Matias Cardoso about 1735 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

They had the following children:

  F i Francisca Barbosa

José Luís de Lemos [Parents] was born in 1745/1750 in Espírito Santo em Aveiro, Distrito de Coimbra, Portugal. He died after 1784 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. He married Maria Caetana do Sacramento da Motta in 1768/1769 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

Maria Caetana do Sacramento da Motta [Parents] was born in 1747 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She died after 1784 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. She married José Luís de Lemos in 1768/1769 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

They had the following children:

  M i Bento Luís de Lemos
  F ii Rosa Maria de Lemos
  M iii Martinho Luís de Lemos was born on 31 May 1776 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. He was christened on 14 Jun 1776 in Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Rio Bonito.

Batismo (L1 f45) # Em quatorze de junho de sette centos, e seis baptizei e puz os sanctos oleos a MARTINHO innocente que nasceu a trinta e hum de mayo do corrente anno filho legitimo de JOZE LUIS DE LEMOS baptizado na freguezia do Espirito Santo de Aveiro bispado de Coimbra e de MARIA CAETANA DO SACRAMENTO baptizada na freguezia de Sam Joam de Itaborahy, neta pela paterna de DOMINGOS LUIZ baptizado na freguezia de SAm Pedro das Aradas e de ROZA MARIA DA CONCEIÇAM baptizada na do Espirito Santo, e pela materna de MIGUEL RISCADO DA MOTTA, [baptizado na freguezia de Cabo Frio bispado do Rio de Janeiro; e de sua molher JOZEFA EUGENIA DE SANTA CLARA baptizada na freguezia da villa de Saõ Sebastiaõ da Ilha Terceira, bispado de Angra] foram padrinhos o cappitam Francisco Marinho Machado e sua mulher dona ANNA ANGELICA de que fiz este assento que assigno \\ O vigario Antonio dos Santos Ribeyro.
  F iv Ana Joaquina de Jesus de Sousa
  F v Escolástica de Sousa was born on 06 Feb 1781 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 20 Mar 1781 in Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Rio Bonito.

Batismo (L1 f97v) # Aos vinte dias de março de mil sete centos, e oitenta, e hum nesta igreja de Nossa Senhora da Conceiçaõ do Rio Bonito baptizei solemnemente a ESCOLASTICA nascida a seis de fevereiro filha legitima de JOZE LUIZ DE LEMOS baptizado na freguezia do Espirito Santo de Aveiro do bispado de Coimbra, e de sua mulher MARIA CAETANA DO SACRAMENTO baptizada na freguezia de Saõ JOaõ de Itaboray do bispado do Rio de Janeiro; neta paterna de DOMINGOS LUIZ baptizado na freguezia de Saõ Pedro de Aradas e de ROZA MARIA DE LEMOS, baptizada na freguezia do Espirito Santo de Aveyro, ambos do bispado de Coimbra, e pela materna de MIGUEL RISCADO DA MOTTA, baptizado na freguezia de Cabo Frio, e de JOZEFA EUGENIA DE SANTA CLARA baptizada na freguezia de Saõ Sebastiaõ da Ilha Terceira, bispado de Angra: Foraõ padrinhos Bento Leyte Soares e Maria Ignacia de Jezus viuva de que fiz este assento. O vig(a)r(i)o Marcello Correa de Macedo.
  F vi Paula de Sousa was born on 26 Jun 1782 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 21 Jul 1782 in Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Rio Bonito.

Batismo (L1 f116v) # Aos vinte e hum dias de julho de mil sete centos, e oitenta, e tres nesta igreja matriz de Nossa Senhora da Conceiçaõ do Rio Bonito baptizei solemnemente a PAULA nascida a vinte, e seis de junho, filha legitima de JOZE LUÍS DE LEMOS natural, e baptizado na freguezia do Espirito Sancto bispado de Coimbra e de MARIA CAETANA DO SACRAMENTO baptizada na freguezia de Saõ Joaõ de Itaboray do bispado do Rio de Janeiro: neta paterna de DOMINGOS LUIZ, natural da freguezia de Saõ Pedro das Aradas de Aveiro bispado de Coimbra, e de sua mulher ROZA MARIA DE LEMOS natural da freguezia do Espirito Sancto de Aveiro do mesmo bispado de Coimbra, e pela materna de MIGUEL RISCADO DA MOTTA natural da freguezia de Cabo Frio desta bispado, e de sua mulher JOZEFA EUGENIA DE SANCTA CLARA, natural da freguezia de Saõ Salvador da villa de Saõ Sebastiaõ da Ilha Terceira bispado da cidade de Angra. Foraõ padrinhos Alexandre Rodrigues por seu procurador Bento Leyte Soares, e Paula Maria filha de Antonio da Silva Cardozo de que fiz este assento. \\ O vig(a)r(i)o Marcello Correa Cardozo.
  M vii João Luís de Lemos was born on 24 Jun 1784 in Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. He was christened on 02 Jul 1784 in Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Rio Bonito.

Batismo (L1 f154v) # Aos doze dias de julho de mil sete centos, e oitenta, quatro nesta freguezia, igreja matriz de Nossa Senhora da Conceiçaõ do Rio Bonito baptizey solemnemente, e puz os sanctos oleos a JOAÕ nascido a vinte, e quatro de junho, filho legitimo de JOZÉ LUIZ DE LEMOS, natural, e baptizado na freguezia do Espirito Santo bispado de Coimbra, e de MARIA CAETANA DO SACRAMENTO baptizada na freguezia de Saõ Joaõ de Itaboray do bispado do Rio de Janeyro: neto paterno de DOMINGOS LUIZ, natural da freguezia de Saõ Pedro das Aradas de Aveiro bispado de Coimbra, e pela materna de miguel riscado, digo pela parte paterna de ROSA MARIA DE LEMOS, natural da freguezia do Espirito Santo de Aveiro do mesmo bipasdo de Coimbra; e pela materna de MIGUEL RISCADO DA MOTTA, natural freguezia de Cabo Frio, e de sua mulher JOZEFA EUGENIA DE SANTA CLARA, natural da freguezia de Saõ Salvador da villa de Saõ Sebastiaõ da Ilha Terceira: Foraõ padrinhos Pedro Nolasco Marinho, e Maria Jozefa de Jesuz mulher do tenente Belchior Gonçalves, por sua procuradora Rosa Maria de Lemos mulher de Manoel Francisco da Silva, de que fiz este assento. O vig(a)r(i)o Marcello Correa de Macedo.

Domingos Luís de Lemos was born about 1715 in São Pedro da Aradas em Aveiro, Distrito de Coimbra, Portugal. He died after 1782 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. He married Rosa Maria de Lemos.

Rosa Maria de Lemos was born about 1715 in Espírito Santo em Aveiro, Distrito de Coimbra, Portugal. She died after 1782 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She married Domingos Luís de Lemos.

They had the following children:

  M i José Luís de Lemos
  M ii Miguel Luís de Lemos

Silvestre Nunes da Motta [Parents] was born in 1750 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. He was christened on 11 Jan 1750 in Igreja de São João Batista de Itaboraí. He married Ana Maria de Sousa in 1773/1774 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

Batismo (Lx f149v) # Aos onze dias do mez de janeyro de mil setecentos e sincoenta annos baptizei e puz os santos oleos a SILVESTRE filho de MIGUEL RISCADO e de sua molher JOZEPHA EUGENIA elle natural de Cabo Frio e ella natural da cidade de Angra da ilha Terceira, netto paterno de ANDRÉ DA MOTTA e sua molher LEONOR DE MAÇEDO, naturais da mesma ilha Terceira, neto materno de PEDRO MACHADO e de sua molher IZABEL DA CONCEIÇAM, naturais de Cabo Frio; foram padrinhos Manoel Nunes Fagundes solteiro, Joanna Vieira mulher de Joze Rodrigues desta freguezia de que fiz este asento \\ O vigario Luiz de Aguiar de Menezes.

Ana Maria de Sousa [Parents] was born in 1750/1755 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She married Silvestre Nunes da Motta in 1773/1774 in Igreja de São João Batista de Itaboraí.

They had the following children:

  M i José Nunes da Motta was born in 1775 in Rio Seco em Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. He was christened on 10 Jul 1775 in Igreja de Nossa Senhora da Conceição de Rio Bonito.

Batismo (L1 f41v) # Aos dez de julho de sete centos, e sincoenta e sinco baptizou e poz os sanctos oleos de minha licença no oratorio de Sam Joam de Itaboray o padre Manoel Carneiro de Barros a JOZE filho legitimo de SILVESTRE NUNES baptizado em sam joam de Itaboray, e de jozefa Eugenia baptizada na Ilha Terceira na freguezia de Sam Jo digo Sam Sebastiam foram padrinhos o padre coadjutor da dita freguezia Manoel Joze da Silva e Maria de Souza de que me apprezentaram por ordem dela que o batizado JOZE he filho legitimo de SILVESTRE NUNES e de ANNA MARIA sua mulher baptizados e moradores em Itaboray neto pela paterna de MIGUEL RISCADO baptizado em Cabo Frio e de JOZEFA EUGENIA baptizada na Ilha Terceira, e pela materna de MANOEL DE SOUZA baptizado na Ilha de Saõ Miguel e de LUZIA DE SOUZA MOREIRA baptizada em Santo Antonio de Sá do que por verdade fiz o assento que asignei. O vigario Antonio dos Sanctos Ribeyro.
  M ii Manoel Nunes da Motta was born in 1777 in Rio Seco em Rio Bonito, Rio de Janeiro, Brasil. He was christened on 16 Feb 1777 in Capela de Nossa Senhora da Conceição do Rio Seco.

Batismo (L1 f52) # Aos dezaseis do mez de fevereiro de mil sete centos e settenta e sette annos nesta capela de Nossa Senhora da Conceição do Rio Seco de licença do illustrissimo reverendissimo de sua (...) baptizei e puz os santos oleos a MANOEL filho legitimo de SILVESTRE NUNES DA MOTTA, baptizado na freguezia de Saõ Joaõ de Itaboray e de sua molher ANNA MARIA baptizada na mesma freg(uezi)a. Neto pela parte paterna de MIGUEL RISCADO DA MOTTA natural da freg(uezi)a de Cabo Frio [freg(uezi)a de Nossa Sen(hor)a da Conceiçaõ)] e (...) e de sua m(olh)er JOZEPHA EUGENIA DE SANTA CLARA natural da Ilha (...) Ilha Terceira freg(uezi)a e pela parte materna de MANOEL DE SOUZA BARRETO natural digo naõ sabe a naturalidade e de sua molher LUZIA DE SOUZA MOREIRA, natural da freg(uezi)a e Santo Antonio de Sá da villa de Macacú. Foraõ padrinhos Joze Luiz de Lemos e Luzia de Sousa Moreira avó da baptizada e para constar fiz este assento que assigno \\ M(ano)el Homem [de Azevedo] \\ vig(a)r(i)o coadjutor.
  M iii José Joaquim da Motta
  M iv Antonio Lourenço da Motta

Manoel de Sousa was born about 1730 in (...), Ilha de São Miguel dos Açores, Portugal. He died in 1776 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. He married Luzia Moreira.

Luzia Moreira was born about 1730 in Santo Antonio de Sá, Rio de Janeiro, Brasil. She died after 1777 in Itaboraí, Rio de Janeiro, Brasil. She married Manoel de Sousa.

They had the following children:

  F i Ana Maria de Sousa

ANDRÉ da Motta [Parents] was born about 1670 in (São João da Barra), Rio de Janeiro, Brasil. He died after 1756 in Itaborai, Rio de Janeiro, Brasil. He married LEONOR de Macedo in 1709/1710 in (Igreja de NS do Cabo de Parati).

Pelo sobrenome de seu neto e pelo fato de ter vivido de Cabo de Parati (Araruama), seria, na melhor das hipóteses, neto de Miguel Vaz Riscado. Dos filhos deste Miguel, somente André "Senior" usou o sobrenome Motta. Possivelmente, após o nascimento de Miguel, o casal mudou-se para Itaboraí, onde o seu filho Miguel se casou e se fixou.

LEONOR de Macedo was born about 1690 in Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil. She died after 1756 in Itaborai, Rio de Janeiro, Brasil. She married ANDRÉ da Motta in 1709/1710 in (Igreja de NS do Cabo de Parati).

Por usar o sobrenome Macedo, Leonor também poderia ser neta de Miguel Vaz Riscado, cuja uma das filhas (Ana de Macedo) usou tal sobrenome.

They had the following children:

  M i MIGUEL Riscado da Motta
  F ii Antonia da Conceição Riscado da Motta

Antonio de Oliveira was born about 1500 in Portugal. He died after 1565 in Santos, São Paulo, Brasil. He married NNN Gago in 1537/1539.

Other marriages:
Leitão de Vasconcelos, Genebra
Lobo, NNN

Antonio de Oliveira foi natural de Portugal, onde se casou. Em 1538 veio para São Vicente como cavaleiro fidalgo de D. João III, com nomeação datada de 18.I.1537. Em São Vicente ocupou o cargo de Feitor e Almoxarife da Fazenda Real, cargos que manteve até 1545, com prorrogação até 1550. Em 20.VII.1550 o provedor-mór da Bahia o indenizou (14$000) como parte da dívida de 30$000 que havia contraído ao ter comprado as casas da alfândega à Antonio Adorno na vila de Santos. Por provisão de 16.X.1538 substituiu Gonçalo Monteiro no cargo de capitão-mór da capitania de São Vicente. Neste período fez a divisão das terras santistas entre seus moradores, ficando as terras do Engaguaçu à Pascoal Fernandes e Domingos Pires (1.IX.1539), André Botelho (2.VII.1541) recebeu as terras vizinhas a estas. Em 25.V.1542 confirmou as doações de terras feitas por seu antecessor Pedro Correia.
Em 1543 voltou a Portugal de onde retornou com sua esposa Genebra Leitão de Vasconcelos (Frei Gaspar Madre de Deos, Memorias, 1797, pg 56) e vários filhos. Este casamento não é confirmado por outras fontes (vide Marco Pólo Silva, Biografias). Possivelmente teve outras duas esposas dos tto Lobo e tto Gago (Lênio Richa, Títulos Perdidos e outros), entre estes dois casamentos estaria o com Genebra de que não houve geração, possivelmente.
De volta ao Brasil, foi nomeado uma segunda vez como Capitão-mór de São Vicente (28.I.1549). Neste mesmo ano atuou como Ouvidor. Em 1553 (8.IX), como loco-tenente de Martim Afonso de Sousa, confirmou a elevação de São Bernardo da Borda do Campo à categoria de vila. Ao seu lado estava o Provedor da Fazenda Real Brás Cubas. Neste mesmo ano o governador do Brasil visitou da capitania.
Certamente faleceu em Santos onde foi enterrado. (vide Marco Pólo Silva, Biografias)

Fontes primárias: Varnhagen, História do Brasil, vol.1, p.166,182;259; E.M., vol.1, 83; Gen. Sebastianense, p. 328; Os Capitães-mores Vicentinos, p. 31 e 32; Gen Paulistana, vol10, p. 475

NNN Gago died before 1549 in Portugal. She married Antonio de Oliveira in 1537/1539.

Se Antonio de Oliveira voltou a Portugal e de lá retornou casado com Genebra, então NNN Gago (vide Marco Pólo Silva, Biografias) deve ter falecido em Portugal.

They had the following children:

  M i Manoel de Oliveira Gago
  M ii Antonio de Oliveira Gago was born in 1541/1544 in Santos, São Paulo, Brasil. He died after 1598 in Santos, São Paulo, Brasil.

Foi da Governança de Santos (vide Marco Pólo Silva, Biografias)
  M iii Diogo de Oliveira Gago was born in 1543/1547 in Santos, São Paulo, Brasil.
  F iv Cecília Gago was born in 1545/1548 in Santos, São Paulo, Brasil.

ANDRÉ da Motta Riscado [Parents] was born in 1633/1636 in Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil. He died after 1696 in (São João da Barra), Rio de Janeiro, Brasil. He married MARIA Freire about 1660 in Rio de Janeiro.

André Riscado da Motta, também conhecido na juventude como André Requeixo, nasceu na antiga freguesia de Cabo Frio, possivelmente na Fazenda de Parati, propriedade de seu pai. Apesar de não haver documentação, creio que ele seja avô de Miguel Riscado da Motta.
Quando da morte de seu pai em 1648, já estava no Rio de Janeiro em companhia de sua família. Em 31 de agosto de 1651, assinou, em nome de sua mãe que era analfabeta, o termo de venda de dois sítios em Campos dos Goytacazes, situados na localidade de Beira Rio a André Tavares, e onde viviam Manoel Ribeiro Caldeira e Sebastião da Costa. Nesta época, onde ainda poderia ser solteiro, assinava André Requeixo (marcopolo.pro.br)
Possivelmente casou-se no Rio de Janeiro com Maria Freire, onde viveu parte de sua vida. Mas, já na década de 1680 encontrava-se em terras goytacazes como afirma esta menção (Apontamentos para a historia da Capitania de S. Thomé, 1888, pg 201, nota 2) # Por morte do capitão Riscado, essas terras (i.e. de Parati) foram vendidas pela viuva e herdeiros do mesmo, a Martim Corrêa Vasqueanes. Por escriptura publica de 9 de agosto de 1658, passada no Rio de Janeiro pelo tabellião António Francisco da Silva. Houve escriptura de ratificação de venda passada por André da Motta Riscado e sua mulher, na villa de S. Salvador dos Campos, em 20 de novembro de 1685, lavrada nas notas do tabellião João da Costa Salinas.
Possivelmente se fixou em São João da Barra onde seu pai teve terras. Lá ele aparece como vereador, tendo o título honorífico de capitão, em 1696 (J.J. Martins, 1868, pgs. 202/3).
Em 07 de junho de 1691, André da Motta comprou, de volta, terras localizadas na margem do rio Ururaí em Campos dos Goitacazes, vendidas por Clara Ribeiro viúva de seu falecido sobrinho Miguel Riscado (Notas L1 f120) # Escritura de venda que fas Clara Ribeira de a metade do sertam ao cap(pit)am ANDRE DA MOTA. Saibam coantos este publico ynstromento de escritura de venda deste dia pera todo o senpre virem que no ano do nacim(en)to de noso senhor Jesus X(ris)p(t)o de mil e seis centos e noventa e hum anos aos sete dias do mes de junho do dito ano em casas de morada de min t(abeli)am ao cliente nomeado apareceram parte avindas e comcertadas de hua como vendedora Clara Ribeira dona viuva pera coal me foi dito em prezença das t(estemunh)as ao diamte nomeadas e asinadas que ella entre os bens que posuia e lhe couberam em partilhas que ella fes emtre seus filhos e ella vendedora lhe coubera a metade do sertam da outra bamda do Ururahy o coal campo e terras comprara seu marido Miguel Riscado ao cap(pit)am ANDRE DA MOTA RISCADO e por que estava contratada a vender a dita e metade de campo (...) ao dito cap(pit)am ANDRE DA MOTA (...) preço de co(a)renta mil reis em d(inhei)ro de comtado moeda corrente deste Reino que a dita vendedora comfesou aver recebido e por este ynstrom(en)to dava p(...)sa e geral quitaçam ao dito comprador pera numca lhe ser mais pedida a cola a metade de sitio terras e matos campos e tudo o mais a elle pertencente ouvera ella vendedora por titolo de compra da mam de dito comprador e de sua m(olh)er MARIA FREIRE o coal sitio e terras asim e da maneira que dito tinha largava ao dito compra pera elle e sua m(olh)er e mais erdeiros e lhes larga toda a pose e dominio que nelle tinha e a trespasava em os ditos compradores pera que o logrem pesuaõ como seu que he de hoje pera todo sempre como todas suas entradas e saidas e mais pertencas como seu que he e por esta asim avindos e com certados mandaram fazer esta escritura e dela dar os treslados neceçarios que hu´s e outros aceitaram eu t(abeli)am aceito em nome dos auzentes a quem o dereito pertemcer estando ao tudo por t(estemunh)as o alferes Manoel Nunes Monteiro e Manoel Pereira de Macedo e pera vendedora asinou Vicente Joam da Cruz todas pesoas de min t(abeli)am reconhecidas que todos asinaram eu Domingos Pereira (...).
No mesmo dia, estas terras foram vendidas por 140 mil réis, ou seja, 100 mil a mais do que foi pago a viúva, (Notas L1 f131) # Escritura de venda que fas o cap(pit)am ANDRE DA MOTA RISCADO e usa m(olh)er ao cap(pit)am mor Ant(oni)o R(odrigue)s Moreira e ao sa(r)g(en)to mor D(oming)os P(erei)ra Cerveira. Saibam coantos este publico instromento de escritura de venda de hum sitio matos e campos a elle pertencente de hoje pera todo sempre virem que no ano do nacimento de noso senhor Jesus X(ris)pto de mil e seiscentos e noventa e hum ano nesta villade Sam Salvador Paraiba do Sul em as pousadas do cap(pit)am mor Ant(oni)o R(odrigue)s Moreira fazenda da senhora viscondesa aonde eu t(abeli)am fui chamado e sendo la apareçeram partes avindas e comcertadas de hua como vendedores o cap(pit)am ANDRE DA MOTA RISCADO e bem asim sua m(olh)er MARIA FREIRE por si e como procuradora bastante de seu marido venderam hum (...) coal me foi dito perante as t(estemunh)as ao diante (nomeadas) e asignadas em os sete dias do mes de junho do dito (?) ano quem (...) sitio campo e terras chamado o sertam da banda do Rio chamado Ururahi o coal sitio terras e campos vendiam de hoje pera todo o sempre ao cap(pit)am mor Antonio R(odrigue)s Moreira e ao sargento mor Domingos Pereira Cerveira por preco e contia de cento e co(a)renta mil reis moeda corrente deste Reino que se contou a vista de mim t(abeli)am e das t(estemunh)as ao diante nomeadas e asinadas de coal contia lhes davam pura e plenaria quitaçam pera nunca lhes ser mais pedida a dita coantia nem por si nem por seus erdeiros o coal sitio terras matos campos lhes vendiam pera elles he seus erdeiros pera que o logrem posuam como cousa sua que he elles largam toda a pose e dominio que nelle tem o coal sitio e terras ouveram elles vendedores por titolo de compra que lhes vendeo o cap(pit)am Jozephe de Barcellos Machado por seu procurador o tenente Gaspar de Barcellos Machado cuija escritura e procuraçam (dou) fee estar em minha nota declaravam elles vendedore se obrigarem a fazer lhe sempre esta venda boa e de pas e a (...) dar (...) por apoentes e defensores e toda duvida ou embargo que a elas se lhe ponha do coal sitio terras e campos e mais pertenços poderam tomar pose per si oupor autoridade de justiça como milhor lhes parecer como seu que he de hoje pera todo sempre com todas sua o coal sitio e paragem parte hua banda com o rio Ururahy e da outra com a si declararam os ditos vendedores que no campo do sertam acima nomeado tinha seu cunhado Gaspar Pinto Correa vinte mil r(eis) que couberam em a folha de partilhas da cola contia declararam os ditos vendedores lhe tima satisfeito ao dito Gaspar Pinto sem embargo da folha de partilhas nam verdadeira e outro si declararam elles compradores que elles entre anbos lograriam o dito sitio terras matos entre anbos yrmanmente sem entre eles aver duvida algua e outrosi declararam que sendo caso que al(...) delles comprador queira vender a sua mitade o naõ podera sem primeiro (...)frontar hum ao outro e sem este on(...)a podera fazer, e outrosi declararam que nam podera nenhum delles mete pesoa algua nem gado cavalgaduras alheias sem ser com consentim(en)to de ambose por todos estarem asim avindos e com certados mandaram fazer esta escritura nesta nota e della dar os treslado neceçarios eu t(abeli)am aceito em nome das pesoas auzentes a quem o dereito tocar posa como pesoa publica extipulante e aceitante estando a tudo por t(estemunh)as o alferes Manoel Nunes Monteiro e Manoel P(erei)ra Maçiel e Vicente Joam da Cruz que asinou pela vendedora e a seu rogo Domin(gos) Pereira Cerveira t(abeli)am que o escrevi.\Declaro que todas as pesoas de min t(abeli)am reconheçidas/. Vicente João da Cruz, a rogo da vendedora MARIA FREIRE. ANDRÉ DA MOTA RISCADO. Manuel Nunes Monteiro. Manuel Pereira Maciel. Antonio Rodrigues Moreira. Domingos Pereira de Cerveira. (Silva e Sugawara, pgs 144 e 156).
Adaptado de: Silva, Marco Polo Teixeira Dutra Phenee & Sugawara, Mithiko. O Primeiro Livro de Registros de Notas da Capitania da Capitania da Paraíba do Sul, Revista da Associação Brasileira de Pesquisadores de História e Genealogia, n° 19, 2012, pgs. 9-204

MARIA Freire was born in 1635/1640 in (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, Brasil. She died after 1696 in (São João da Barra), Rio de Janeiro, Brasil. She married ANDRÉ da Motta Riscado about 1660 in Rio de Janeiro.

They had the following children:

  M i ANDRÉ da Motta
  M ii Hilário da Motta

MIGUEL Vaz Riscado [Parents] was born about 1580 in São Paulo, São Paulo, Brasil. He died on 17 Jan 1648 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. He was buried in 1648 in Fazenda de Parati em Araruama. He married ESTÁCIA Requeixo in 1615/1616 in (São Vicente).

Miguel Vaz Riscado foi um importante personagem do início da história carioca do século XVII. Foi natural da Província de São Vicente, onde pode ter nascido na vila de São Paulo. Era filho de Diogo Vaz Riscado, vereador daquela vila e agora metrópole.
Casou-se muito provavelmente na vila de São Vicente, de onde seria natural sua esposa Estácia Requeixo (Lênio Richa, genealogiabrasileira.com, Titulos Perdidos, acessado em Dez/2014).
Em 1627, Miguel, juntamente com outros sete militares, solicitou ao então governador Martim Correia de Sá que as as terras situadas no norte fluminense lhe fossem dadas como prêmio, (...) em mercês dos serviços prestados à Coroa, principalmente o extermínio/a expulsão de índios e a defesa contra invasores estrangeiros (...) (Souza, 2012) nos últimos vinte anos. Martim concordou e, em 19.VIII.1627, concedeu-lhes, a título de sesmaria, as terras que iam desde o rio Macaé até o Cabo de São Tomé, incluindo o sertão (Belchior, 1965).
Na época, segundo o relato apócrifo d’Os Sete Capitão e atribuído a Miguel Maldonado, somente Miguel Vaz era morador de Cabo Frio e também o único que tomou a iniciativa de criar currais de gado. As peripécias de Miguel Vaz estão narradas neste importante documento, agora revisitado (Souza, 2012), e que não pode ser descartado. Esta informação concorda bem com o fato de que somente até o quinto filho ter sido batizado a igreja do Santíssimo Sacramento, colado a Sé que na época ficava sobre o desmontado morro do Castelo.
Em 1627 já vivia em Cabo Frio, na Fazenda Parati (atualmente bairro de Araruama) que havia fundado e cujas terras iam desde o Rio Abaessembaba até o Rio Ipitanga. Miguel Vaz, já pela década de 1640, voltou ao Rio de Janeiro onde faleceu em 17.I.1648 (Arquivo do Mosteiro de S. Bento do RJ (AMSBRJ), Testamento 871-3) data de seu testamento, que foi aberto em 2 de Fevereiro (Belchior, 1965).
Pouco tempo depois, em 1648 (?), as suas terras foram tomadas pelo governador Salvador Correia de Sá e Benevides, em conluio com os jesuítas e beneditinos (apud. INEPAC, 2004), e que fundaram a Fazenda de Campos Novos e o Convento de Nossa Senhora dos Anjos, ambos em Cabo Frio.

Souza, Jorge Victor de Araújo. Poder Local entre Ora et Labroa: A Casa Beneditina nas Tramas do Rio de Janeiro Seiscentista. Revista Tempo. p.32-94. 2012
INEPAC. Projeto Inventário de Bens Culturais Imóveis. Desenvovimento Territorial dos Caminhos Singulares do Estado do Rio de Janeiro. V.1. 2004.
Belchior, Elysio de Oliveira. Conquistadores e Povoadores do Rio de Janeiro, 1965.
Richa, Lênio. Titulos Perdidos in genealogiabrasileira.com

ESTÁCIA Requeixo [Parents] was born about 1583 in São Vicente, São Paulo, Brasil. She died after 1665 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. She married MIGUEL Vaz Riscado in 1615/1616 in (São Vicente).

Possivelmente foi parenta de Ângela da Mota, moradora no Rio de Janeiro (marcopolo.pro.br) e de Inocência Requeixa também do Rio de Janeiro. A 31 de agosto de 1651, ela, viúva e moradora no Rio de Janeiro, vendeu a André Tavares dois sítios em Campos dos Goytacazes, no Beira-Rio. Num deles vivia Manuel Ribeiro Caldeira e no outro Sebastião da Costa. Por ser analfabeta, por ela assinou o filho André Requeixo (marcopolo.pro.br). A 8 de abril de 1653 Estácia vendeu sua meação em terras em Jagoroaba, na banda de além do rio Macaé, com curral de gado, aos jesuítas. Nessa escritura, Estácia foi dita residente no Rio de Janeiro. A rogo da viúva, assinou a escritura o cap. Pascoal Sardinha e dela foram testemunhas Antônio da Mota, Francisco Gomes Guedes e Pedro Francisco. A aludida escritura mostra de onde os jesuítas conseguiram suas terras no Paraíba do Sul (ibid.). Estácia Requeixo ainda vivia em 1665, quando confirmou a venda da Fazenda Parati em Araruama a Martim Correia Vasques (INEPAC, Projeto Inventário de Bens Culturais Imóveis. Desenvovimento Territorial dos Caminhos Singulares do Estado do Rio de Janeiro, V1, 2004).

Segundo Lênio Richa (genealogiabrasileira.com verbete Titulos Perdidos), Estácia seria filha de Felipa Motta e do Sargento-mor Afonso Mendes de Estrada. Esta afirmação não se sustenta pois Afonso e Felipa testaram (1656) em Angra dos Reis, onde declararam que tiveram apenas dois filhos: Susana Requeixo e o Frei Domingos das Neves (Bogaciovas, M. M. A As Primeiras Gerações dos Pimentas de Carvalho no Brasil, ASBRAP, nº 18, 2012). Atualizado em 23/10/2017.

Creio que ela poderia ser filha do casal vicentino Domingos Marques e Ângela da Motta, que teve filhos vivendo no Rio de Janeiro, e lá casados. Umas das filhas de Estácia, Arcângela, teve um nome que em muito lembra ao de Ângela.

They had the following children:

  F i Isabel Riscado was born in 1617 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 10 Mar 1617 in Igreja do Santíssimo Sacramento do Rio de Janeiro.

Batismo # Em 10 do dito mes [março de 1617] baptizei a IZABEL f(ilh)a de MIGUEL RISCADO e de ESTACIA REQUEIXA sua molher, foi padrinho Gabriel Delgado e madrinha Isabel Rabella e tem oleos.
  F ii Maria Riscado
  F iii Apolônia Riscado was born in 1620 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 01 Dec 1620 in Igreja do Santíssimo Sacramento do Rio de Janeiro.

Batismo (L1 f36) # Em o primeiro do mes de dezembro do dito anno [1620] bautizei a PELONIA f(ilh)a de MIGUEL RISCADO, e de sua molher ESTACIA REQUEIXA; foi padrinho Melchior da Costa e madrinha Anna G(onça)l(ve)s viuva espritaleira (i.e. enfermeria). (...).
  F iv Arcângela Requeixo da Veiga
  F v Clara da Veiga was born in 1625 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 16 Jun 1625 in Igreja do Santíssimo Sacramento do Rio de Janeiro.

Batismo (L2 f36) # Em os 16 do dito mes de junho [do ano de 1625] baptizei eu o padre coadjutor Fr(ancis)co Gomes da Rocha a CLARA f(ilh)a de MIGUEL RISCADO e de sua molher ESTACIA REQUEIXA; fora padrinhos D(omin)gos Pinheiro, o moço, e Anna G(onça)l(ve)s viuva, espritaleira, em tem oleos.
  F vi Marcela Requeixo da Veiga
  F vii Helena da Veiga was born in 1627/1629 in Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil.
  F viii Ana de Macedo was born in 1629/1633 in Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil.
  M ix ANDRÉ da Motta Riscado
  F x Custódia Vaz Riscado
  M xi Tomé Riscado was born in 1637/1639 in Cabo Frio, Rio de Janeiro, Brasil.

Mateus de Sousa was born in 1610/1615 in Estado do Rio de Janeiro, Brasil. He died in 1647/1648 in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil. He married Maria Riscado in 1635/1637 in (Campos dos Goytacazes).

Foi alferes. Teve terras na Ponta do Guari, herdadas de seus sogro. Em 30.VIII.1649 já havia falecido, e sua viúva vendeu as terras situadas no Saco que foi Mateus de Sousa a seu cunhado Mateus Simões (marcopolo.pro.br).

Maria Riscado [Parents] was born in 1618 in Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 02 Apr 1618 in Igreja do Santíssimo Sacramento do Rio de Janeiro. She died after 1675 in São Gonçalo, Rio de Janeiro, Brasil. She married Mateus de Sousa in 1635/1637 in (Campos dos Goytacazes).

Other marriages:
da Costa, Bento

Batismo # E no dito dia [2 de abril de 1618] assima bautizei MARIA f(ilh)a de MIGUEL RISCADO e de sua mulher ESTACIA REQUEIXA; foi padrinho Duarte Vaz Pinto, e madrinha Pelonia Da(...)ga, molher de Dominguos Pinheiro - sem oleos.

Após a morte do pai, herdou o curral de São Miguel (Ponta do Guari ?), em Campos dos Goytacazes (in Roteiro dos Sete Capitães, Rev. Trim. do I.H.G.B., Rio de Janeiro, T. LVI, V. 887, 1893). Doou terras em 1652 para nelas se erigir capela a São Pedro, no Campo Limpo (Lamego, opus cit. in marcopolo.pro.br).

They had the following children:

  M i Mateus de Sousa Riscado
  M ii Domingos de Sousa Riscado was born in 1638/1641 in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil.
  F iii Isabel de Sousa
  M iv Miguel Riscado
  M v Gabriel Vaz Riscado was born in 1643/1646 in Campos dos Goytacazes, Rio de Janeiro, Brasil.

Testemunhou a venda de terras herdadas por seu irmão Miguel Riscado (Lênio Richa, genealogiabrasileira.com, Titulos Perdidos).

Home First Previous Next Last

Surname List | Name Index