Uma Teia de Família


Diogo de Unhatte was born about 1520 in (...), Portugal. He died after 1614 in São Vicente, São Paulo, Brasil.

Foi escrivão da Ouvidoria e Fazenda da capitania de São Vicente. Em 1614, Diogo de Unhate, obteve a primeira sesmaria em terra paranaense, localizada entre os rios Ararapira e Superagui (Paranaguá).

He had the following children:

  M i Luís de Unhatte

Brás de Pina was born about 1570 in (São Vicente, São Paulo, Brasil).

He had the following children:

  F i Maria de Pina

Henrique da Cunha Gago [Parents] "O Velho" was born in 1560 in Santos, São Paulo, Brasil. He died in 1624 in Sertão dos Carijós, São Paulo, Brasil. He married Maria de Pina in 1614/1616 in (Igreja de São Vicente).

Other marriages:
Fernandes, Isabel
de Unhatte, Catarina

Legou testamento. Foi um sertanista que fez entradas com Afonso Sardinha o Moço em busca de ouro e de índios para escravizar, como em 1598 no sertão do Jeticaí. Em 1602 acompanhou a bandeira de Nicolau Barreto ao Guairá. Chefiou mais tarde uma entrada nessa direção, morrendo no chamado "sertão dos carijós".

Maria de Pina [Parents] was born about 1600 in (São Vicente, São Paulo, Brasil). She married Henrique da Cunha Gago in 1614/1616 in (Igreja de São Vicente).

Não houve geração deste casamento.


Antonio da Cunha Gago [Parents] "O Gambeta" was born in 1605/1610 in São Paulo, São Paulo, Brasil. He married Marta de Miranda in 1630 in São Paulo do Paraitinga.

Fez diversas entradas pelo sertão do Brasil e participou da entrada de Jerônimo Pedroso de Barros ao Rio Grande do Sul em 1641, e na de seu prio Henrique da Cunha Lobo, que em 1662 saiu de Taubaté para os sertões de Minas Gerais, com objetivo de apresar índios (Da Silva Leme, V5, p4; Marcondes de Moura, Os Galvão de França, v2, 1972, pp 425)

Marta de Miranda was born in 1605/1610 in (São Paulo), São Paulo, Brasil. She married Antonio da Cunha Gago in 1630 in São Paulo do Paraitinga.

They had the following children:

  F i Catarina de Unhatte
  M ii Antonio da Cunha Gago
  M iii Bartolomeu da Cunha Gago
  F iv Maria de Almeida was born in 1634/1637 in São Paulo, São Paulo, Brasil.
  F v Sebastiana de Unhatte
  M vi Simão da Cunha Gago
  F vii Marta de Almeida was born in 1639/1642 in São Paulo, São Paulo, Brasil.
  M viii Francisco Almeida e Cunha was born in 1640/1643 in São Paulo, São Paulo, Brasil.
  M ix Diogo de Almeida was born in 1644/1649 in São Paulo, São Paulo, Brasil.
  F x Felipa de Almeida was born in 1650/1653 in São Paulo, São Paulo, Brasil.

Garcia Rodrigues Muniz [Parents] was born in 1625/1630 in São Paulo, São Paulo, Brasil. He married Catarina de Unhatte.

(Ortman, Genealogia Guaratiguetaense, Anu. Genea. Latino, V4, 1952, pp 400).

Catarina de Unhatte [Parents] was born in 1631/1632 in São Paulo, São Paulo, Brasil. She died in 1691 in Taubaté, São Paulo, Brasil. She married Garcia Rodrigues Muniz.

They had the following children:

  M i Manoel Garcia da Cunha
  M ii Antonio Garcia da Cunha
  M iii Miguel Garcia da Cunha

Manoel Garcia Velho [Parents] was born about 1600 in São Vicente, São Paulo, Brasil. He married Maria Muniz da Costa.

Maria Muniz da Costa was born about 1600 in (...), São Paulo, Brasil. She married Manoel Garcia Velho.

They had the following children:

  M i Garcia Rodrigues Muniz
  M ii Jorge Dias Velho

Jorge Dias Velho [Parents] was born in 1640/1645 in São Paulo, São Paulo, Brasil. He died in 1724/1730 in Taubaté, São Paulo, Brasil. He married Sebastiana de Unhatte in 1670/1675 in São Paulo de Piratininga.

Foi capitão fundador de Caçapava Velha e da Capela de Nossa Senhora da Ajuda de Caçapava em 1705 (Caçapava - Apontamentos Históricos e Genealógicos, Alipio Bastos, 1955, pp 226).

Sebastiana de Unhatte [Parents] was born in 1635/1638 in São Paulo, São Paulo, Brasil. She married Jorge Dias Velho in 1670/1675 in São Paulo de Piratininga.

They had the following children:

  F i Marta de Miranda
  M ii Antonio da Cunha Gago
  M iii Miguel Garcia Velho
  M iv Jorge Dias Velho
  M v Manoel Rodrigues Velho was born in 1677/1682 in Taubaté, São Paulo, Brasil.

Em 1724 Jorge Dias Velho transferiu a este filho a protetoria da Capela de Nossa Senhora da Ajuda de Caçapava Velha, que havia instituído em 1705. (Caçapava - Apontamentos Históricos e Genealógicos, Alipio Bastos, 1955, pp 226).
  F vi Maria Velho

Antonio da Cunha Gago [Parents] was born in 1670/1675 in Taubaté, São Paulo, Brasil. He married Margarida Antunes Cardoso in 1696 in Igreja Matriz de Taubaté.

Margarida Antunes Cardoso [Parents] was born in 1665/1670 in Caçapava Velha, São Paulo, Brasil. She married Antonio da Cunha Gago in 1696 in Igreja Matriz de Taubaté.

They had the following children:

  M i Tomé Portes da Cunha
  M ii João Portes da Cunha
  M iii Antônio da Cunha Portes was born in 1699/1700 in Taubaté, São Paulo, Brasil.
  M iv Inácio Rodrigues da Cunha
  F v Francisca da Cunha Gago was born in 1703/1708 in Taubaté, São Paulo, Brasil.
  M vi Bernardino Portes was born in 1705/1710 in Taubaté, São Paulo, Brasil.
  F vii Juliana de Oliveira Cunha was born in 1710/1715 in Taubaté, São Paulo, Brasil.

Tomé Portes dEl-Rei [Parents] was born in 1635/1638 in Mogi das Cruzes, São Paulo, Brasil. He died in 1702 in Arraial do Rio das Mortes em São João d'el-Rei, Minas Gerais, Brasil. He married Juliana de Oliveira in 1650/1653 in São Paulo do Piratininga.

Após se casar, se fixou em Caçapava Velha (Cassapaba), de onde partia para suas entradas no sertão. Desde sua mocidade, Tomé Portes teve vida ativa e aventurosa, tomando parte ou chefiando bandeiras, no desbravamento dos sertões bravios, do vale do Paraíba e na região, da Mantiqueira.
Segundo nos ensina o mestre Afonso Taunay, o capitão Tomé Portes d'El-Rei foi descobridor de ouro no Rio das Mortes, nos fins do século XVII, sendo o primeiro povoador dessa região, pois nos arredores da atual cidade de São João d'El-Rei plantou grandes roças, com as quais abastecia os emigrantes em trânsito por aquele ponto obrigatório do antiqüíssimo caminho, seguido sempre pelas bandeiras que penetraram o sertão dos Cataguazes. Para ali Tomé Portes emigrou, levando em sua companhia filhos e genros, dentre os quais Antônio Garcia da Cunha, casado com sua filha Maria Antunes Cardoso, e sobrinho de Jorge Dias Velho, fundador, como dissemos, da capela de Nossa Senhora da Ajuda de Caçapava (velha).
O capitão Tomé Portes d'El-Rei, tendo nascido mais ou menos em 1625, em Mogi das Cruzes, veio a falecer, assassinado por seus escravos, no arraial do rio das Mortes, nos primeiros anos do século XVIII. Devia ter cerca de 80 anos.
Trecho da obra «Emboabas», de J. Soares de Melo:
«Seis anos atrás Tomé Portes, quando dormia, havia sido assassinado por alguns dos seus escravos negros. Os assassinos foram presos por outros escravos, e mortos e esquartejados, junto do rio das Mortes (arraial do mesmo nome) em 1702». (Caçapava - Apontamentos Históricos e Genealógicos, B. Alipio Bastos, 1955, pp 231)

Juliana de Oliveira [Parents] was born in 1635/1637 in São Paulo, São Paulo, Brasil. She died in 1728 in Caçapava Velha, São Paulo, Brasil. She married Tomé Portes dEl-Rei in 1650/1653 in São Paulo do Piratininga.

Benedito Alipio Bastos (Caçapava - Apontamentos Históricos e Genealógicos, 1955, pp 231) citando Félix Guisara Pilho (índice de Inventários e Testamentos).

They had the following children:

  M i Francisco Homem dEl-Rei was born in 1653/1658 in Caçapava Velha, São Paulo, Brasil.

Faleceu solteiro.
  M ii João Portes dEl-Rei
  F iii Margarida Antunes Cardoso
  F iv Leonor Homem dEl-Rei
  F v Maria Antunes Cardoso

Miguel Garcia Velho [Parents] was born in 1673/1678 in Taubaté, São Paulo, Brasil. He married Leonor Homem dEl-Rei.

Foi Sargento-mór.

Leonor Homem dEl-Rei [Parents] was born in 1669/1673 in Caçapava Velha, São Paulo, Brasil. She married Miguel Garcia Velho.

They had the following children:

  F i Isidora Portes dEl-Rei
  M ii Francisco Homem dEl-Rei was born in 1705/1710 in Taubaté, São Paulo, Brasil.

Foi padre.

Home First Previous Next Last

Surname List | Name Index