Uma Teia de Família


ANTONIO CÂNDIDO dos Santos [Parents] was born in 1771 in Cunha, São Paulo, Brasil. He died on 05 May 1826 in Cunha, São Paulo, Brasil. He married MARIA FRANCISCA de Gouveia in 1791/1794 in Igreja Matriz de Cunha.

Inventário (Museu Francisco Veloso Cx )
[folha 20]
Traslado do testamento com que faleceo o testador o Alferes Antonio Candido dos Santos
Em nome da Santisima Trindade Padre, Filho e Espirito Santo tres pesoas distintas e hum só Deos verdadeiro em quem firmemente creio, nesta fé quero, e protesto viver e morrer. Eu Antonio Candido dos Santos estando gravemente enfermo porem em meo perfeito juizo dezejando por minha alma no caminho da salvaçaõ, fasso este meo testamento na forma seguinte.
Primeiramente encomendo minha alma a Santissima Trindade e rogo ao Eterno padre que e creou á queira salvar naõ pelas meos merecimentos, sim pelos merecimentos de seu Unigineto filho meu Divino Rendemptor Senhor Jezus Christo e de sua SAntisima mai a Senhora Nosa a quem rogo queira ser minha alma deste mundo digo minha intenssoins ainda rogadas quando minha alma deste mundo partir e mesmo (...) rogo a todos os Santos e Santas da Corte do Ceó e(...)mento os de minha (...) sou natural desta villa de Cunha filho legitimo de Joaõ Monteiro Silva, e Clara Maria dos Santos ambos já falecidos. Sou cazado com Maria Francisca de Gouveia de cujo matrimonio tenho vivos nove filhos [folha 20v] que vem a ser Maria do Carmo cazada com o Alferes Joze Pinto dos Santos, Eugenia Francisca cazada com o secretario Antonio Joze de Loreira e Joaquina, e Izabel, Clara, Marianna, e Ritta, Antonio, e Francisco destes sete ultimos todos solteiros e todas os nove meos legitimos erdeiros, que por tres os constituô e de declaro.
Pelo em primeiro lugar a minha mulher Maria Francisca de Gouveia, em segundo o meo genro o Alferes Joze Pinto dos Santos em terceiro ao Alferes Joze Monteiro Silva que por serviso de Deos e esmolla assim queiraõ ser meos testamenteiros e zeladores de minha tersa para cumprirem com as minha disposisoins na forma que passo a dclaraçaõ e dizpor meo corpo será amortalhado em abito de Saõ Francisco e enterrado na Igreja Matriz desta villa acompanhado pelo meo paroco e mais sacerdotes que se acharem prezentes que todos diraõ misas de corpo prezente no dia meo enterro pelas quaes o meo testamenteiro dará de esmola do costume de duas patacas por cada ûma e assim mais mandará dizer as misas seguintes por minha alma duas capellas por almas de meos pais, meia capella e outra meia capella por alma de meos escravos falecidos e asim mais [folha 21] a Jezus, Maria, Jozé tres misas outras tres a Santisima Trindade outras tres a Senhora da Conceiçaõ outras tres a Senhora do Rozario outras tres a Nosa Senhora dos Remedios outras tres ao Santo do meo nome outras tres ao anjo da minha goarda outras tres a Saõ Miguel, Saõ Gabriel e Saõ Rafael e sete as sete Dores de Nosa Senhora. Meo testamenteiro dará esmolla aos pobres desta villa no dia de meo entero vinte mil reis a sua eleiçaõ.
Deixo de esmola as tres filha solteiras do falecido Severino de Araujo, Rita, Maria e Gertrudes dez patacas a cada huma e outras dez patacas a Thereza Souza e igualmente deixo de esmolla a Geraldina filha de Salvador Alvrez outras dez patacas ou aquella filha do mesmo que estiver solteira. O meo enterro será feito a eleiçaõ de meo testamenteiro.
Declaro que de minha filha Maria do Carmo cazada com o Alferes Jozé Pinto dos Santos em dote o que constar de meos acentos no livro capa vermelha pintada e pela forma dei em dote a minha filha Eugenia para cazar com o secretario Antonio Joze de Loreira o que constar do mesmo livro com meias quantias deveraõ por minha morte (...) de colaçaõ com os mais erdeiros.
[folha 21v] Declaro que pel necesidade que tinha da nececidade digo tinha da companhia dum filho Antonio para meo amparo e de minha mulher igualmente de minhas filhas suas irmans tratei com o mesmo dar lhe igualmente o selaris de oito doblas por anno contadas da data do papel que ao mesmo passei por conta de que tenho dado ao dito meo filho o que consta dos meos acentos no referido livro capa pintada e se por minha morte se lhe restar alguma coiza do seo selario se pagaraõ pello monte dos meos bens bem como deste deveo pagará no mesmo monte.
Deixo de esmola a meos netoz e afilhados filhos de Maria do Carmo e Eugenia e Antonio e Marcos a cada hum huma dobla que será entregue a seos pais para lhe darem quando os mesmos se cazarem ou emanciparem.
Meo testamenteiro tudo quanto o mais declarado que devo no mesmo livro já referido de capa vermelha pintada naõ tiver divida pagar do monte de meos bens por ter divida que devo vinda que as partez a quem pertencem naõ exijaõ visto quelles ignoraõ que eu lhes deva e eu devo satizfazer para dezencargo de minha consciencia.
Declaro que dou a minha filha Joaquina Maria huma criolinha de [folha 22] nome Anna por preso de oito doblas com cuja quantia entrará á colaçaõ por minha morte.
Declaro que com minha mulher passamos papel de liberdade a huma mulatinha de nome Lutecia pela quantia de quatro doblas num tempo que hera criança cuja quantia saira metade de minha terça e outra metade da terça da dita mulher por ser asim a nosa convençaõ e tracto:
Declaro que minha escrava Esmeria pelas boas servisas que me tem feito he minha vontade que que servem a sua senhora minha mulher o tempo de doze annos findos os quaes ficará liberta e sua senhora de sua livre vontade se quizer antes liberta será liberta logo que a dita minha mulher a declarar como tal e vontade do seo (senhor) por minha morte sahirá de minha tersa atendendo-ce no seo valor aos bens servisos que a mesma tem prestado a caza em benefisio e criaçaõ de todos os meos filhos os bens dividas que sem devem e dinheiro que posuo minha mulher e inventariante declaro tanto o que existir nesta villa como na de Goaratingueta.
Cumpridas todoas esta minhas disposisoins neste meo testamento declarados mais quatro doblas que deixo a saber duas a Augusta exposta em caza do Coronel e duas a Zelinda exposta em caza de Luiza [folha 22v] Florida Monteiro tudo o mais que requeiram de minha tersa deixo igualmente a toso os seos filhos e filhas cazadas e solteiras. E por esta foram tenho concluido este meo testamento que por ser de minha ultima vontade se cumpra como nelle se contem.
Declaro e pesso as justissas de sua Magestade Imperial constitucional pertetuô defensor do Brazil lhe deu inteiro comprimento pois que se tudo me conforme com as saudaveis leis do Imperio, e termo (...) testamenteiro no principio deste declarado que por serviso de Deos e por me fazer um favor e esmolla queiraõ aseitar este meo testamento e cumprir com as despozisoins que tinha declarado e por fizmeza e verdade pedi ao Coronel Antonio Jozé de Macedo que este por mim fizese como testemunha se asignace e eu me asignei com o meo nome de que uzo. Villa de Cunha quinze de Março de mil oito sento e vinte e sinco. Antonio Candido dos Santos como testemunha que este fiz asinar digo fiz e logo do testador vi asignar Antonio Joze de Masedo e Sam Paio.
Declaro mais que hé verdade e muito de minha livre vontade dar a meo filho o Alferes Antonio Marcelino dos Santos hum [folha 23] muleque de nome Joaquim Paulo em preso de duzentos mil reis com que se entrará com a dita quantia a colaçaõ pois lhe dou a conta de sua legitima e só lhe correrá o fisco depois de meo falecimento e termo consta do dito muleque e por verdade que tinha validade e vigor esta minha declarasaõ me asigno com o meo signal proprio Antonio Candido dos Santos.

MARIA FRANCISCA de Gouveia [Parents] was born in 1770 in Cunha, São Paulo, Brasil. She died on 29 Jan 1839 in Cunha, São Paulo, Brasil. She married ANTONIO CÂNDIDO dos Santos in 1791/1794 in Igreja Matriz de Cunha.

Casou-se com seu primo em primeiro grau, tando pelo lado paterno como materno, foi recenseada na casa de seus pais em 1789 (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, Cunha, 1789, pp 61).

They had the following children:

  F i Eugenia Francisca dos Santos
  M ii Antonio Marcelino dos Santos was born in 1796 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F iii MARIA DO CARMO dos Santos
  F iv Joaquina Maria dos Santos was born in 1803 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F v Isabel Maria dos Santos was born in 1805 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F vi Clara Maria dos Santos was born in 1808 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F vii Mariana dos Santos was born in 1811 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F viii Rita dos Santos
  M ix Francisco de Paula dos Santos was born in 1810 in Cunha, São Paulo, Brasil.

Antonio José de Loureira was born in 1790/1795 in Cunha, São Paulo, Brasil. He married Eugenia Francisca dos Santos.

Eugenia Francisca dos Santos [Parents] was born in 1793/1795 in Cunha, São Paulo, Brasil. She married Antonio José de Loureira.


Manoel Pinto Gomes dos Santos [Parents] was born in 1791 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He died in 1876 in Cunha, São Paulo, Brasil. He married Geraldina Unistarda Amália de Siqueira on 16 Feb 1822 in Oratório de Teodra Maria de Siqueira no bairro do Pinhal .

Casamento (L3 f92) # Aos dezaceis de fevereiro de mil oito centos e vinte e coatro annos no oratorio de dona Theodora Maria de Siqueira na paragem denominada Pinhal termo desta villa ao meio dia feitas as denunciaçoens na forma do estilo sem outro impedimento senaõ o de segundo graó algun foraõ ahi dispensados pelo reverendo vigario da vara Manoel da Costa Pinto, com provizaõ de licença do mesmo em minha prezença e das testemunhas abaixo asignadas o reverendo Manoel Rodrigues e Francisco Rodrigues Correa se receberaõ em matrimonio in facie por palavras de prezente precedendo ao sacramento da penitencia MANUEL PINTO DOS SANTOS filho de FRANCISCO PINTO DOS SANTOS e dona THEODORA MARIA DE SIQUEIRA, e GERALDINA OMNISTARDA filha de pay incognito exposta a dona Catharina Maria de Siqueira moradores e baptizados nesta villa onde saõ freguezes e receberaõ as bençaõ nupciaes. \\ Francisco Rodrigues Correia.

Foi capitão em Cunha. Recenseado em 1825 e 1830, (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, Cunha , 1825, pp 98, # 72 1830, pp 95, # 19)

Geraldina Unistarda Amália de Siqueira was born in 1801 in Cunha, São Paulo, Brasil. She died after 1860 in Cunha, São Paulo, Brasil. She married Manoel Pinto Gomes dos Santos on 16 Feb 1822 in Oratório de Teodra Maria de Siqueira no bairro do Pinhal .

Apesar de ter sido uma criança "exposta", todos sabiam que era seu pai ou mãe, pois ela tinha um 2° de consanguinidade com seu marido. Ou seja, tinham um avô em comum.

They had the following children:

  M i Joaquim Pinto Gomes dos Santos was born in 1822 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He died in 1828 in Cunha, São Paulo, Brasil.
  F ii Claudina Pinto Gomes dos Santos was born in 1824 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.
  F iii Teodóra Maria de Siqueira was born in 1825 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.

Recebeu de herança a Fazenda Nacional que fora de sua tia-avó Catarina Maria de Siqueira.
  F iv Maria Celidônia de Siqueira was born in 1826 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.

Recebeu de herança a Fazenda Nacional que fora de sua tia-avó Catarina Maria de Siqueira.
  F v Claudina Pinto Gomes dos Santos was born in 1828 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. She died in 1828 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.

Com dois meses no censo de 1828 e não consta no censo de 1829.
  M vi Francisco Manoel Pinto dos Santos
  M vii Joaquim Gomes dos Santos Pinto
  M viii José Francisco dos Santos Pinto
  F ix Geraldina Unistarda de Siqueira
  M x Antonio Gomes dos Santos Pinto was born in 1833/1835 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.
  F xi Mariana de Siqueira
  M xii João Gomes dos Santos Pinto was born in 1837/1840 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.
  F xiii Mariana Amélia de Siqueira

José Pinto dos Santos was born in 1830/1835 in Cunha, São Paulo, Brasil. He married Saloméia Maria do Carmo dos Santos Pinto.

Saloméia Maria do Carmo dos Santos Pinto [Parents] was born in 1833 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. She married José Pinto dos Santos.


Francisco Manoel Pinto dos Santos [Parents] was born in 1829 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He married Teodóra Umbilina da Silva Pinto on 09 Jul 1860 in Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Mambucaba.

Teodóra Umbilina da Silva Pinto [Parents] was born on 16 Apr 1842 in Mambucaba em Angra dos Reis, Rio de Janeiro, Brasil. She was christened on 30 Jun 1842 in Igreja de Nossa Senhora do Rosário. She married Francisco Manoel Pinto dos Santos on 09 Jul 1860 in Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Mambucaba.

Batismo (L2 f104) # Aos trinta de junho de mil oitocentos, e quarenta e dous na fazenda do tenente Manoel Jordaõ da Silva Vargas de licença do reverendo vigario da vara desta comarca baptizei solemnemente e pus os santos oleos em THEODORA nascida a dezaseis de abril do dito anno filha legitima de MARCOS JOZE PINTO, natural da villa de Cunha, e LAURINDA UMBELINA DA SILVA natural desta freguezia neta paterna do alferes JOZE GOMES DOS SANTOS PINTO, e de MARIA DO CARMO, materna do tenente MANOEL JORDAÕ e dona JOANNA MARIA DOS ANJOS: foraõ padrinhos os mesmo avos maternos digo dona Joanna reprezentou por procuraçaõ de dona Maria do Carmos para constar fiz este assento que assignei. \\ O vigario Francisco Porfirio do Rosario.

Obs: Possivelmente Teodóra era conhecida por seu avô paterno como Maria do Carmo, que então creio ser Teodóra Maria do Carmo. Seu avô legou a ela 1$000 reis em seu testamento.

They had the following children:

  F i Francisca Pinto dos Santos was born in 1861/1865 in Cunha, São Paulo, Brasil.

Geraldina Unistarda de Siqueira [Parents] was born in 1832/1833 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.

She had the following children:

  M i Martiniano de Siqueira was born about 1860 in Cunha, São Paulo, Brasil.

José Francisco dos Santos Pinto [Parents] was born in 1831/1832 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil.

He had the following children:

  M i Eduardo Gomes dos Santos Pinto was born about 1850 in Cunha, São Paulo, Brasil.

João Abreu de Siqueira e Silva was born about 1834 in Cunha, São Paulo, Brasil. He married Mariana de Siqueira.

Mariana de Siqueira [Parents] was born in 1835/1837 in Bairro da Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. She married João Abreu de Siqueira e Silva.


Antonio Gomes Pinto dos Santos [Parents] was born in 1785 in Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He died before 1864 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He married Ana Teresa de Oliveira in 1811.

Foi alferes de ordenanças em Cunha, onde foi recenseado em 1789, 1825 e 1830 (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, Cunha, 1789, pp 73, 1825, pp 107, # 108, 1830, pp 97, # 22).

Ana Teresa de Oliveira was born in 1794 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. She died after 1864 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. She married Antonio Gomes Pinto dos Santos in 1811.

They had the following children:

  F i Maria Teresa de Jesus de Oliveira
  F ii Teodóra Gomes Pinto dos Santos was born in 1814 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. She died before 1828 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil.

Recenseada em 1830 (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, ano 1830, Cunha, pp 97, # 22).
  F iii Ana Gomes Pinto dos Santos was born in 1815 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil.

Recenseada em 1830 (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, ano 1830, Cunha, pp 97, # 22).
  M iv Antonio Gomes Pinto dos Santos
  M v Joaquim Gomes Pinto dos Santos was born in 1817 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 16 Nov 1817 in Igreja Matriz de Cunha. He died in 1817 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil.

Batismo (L6 f60v) # Aos dezaseis de novembro de mil oito centos, e dezasete annos nesta matriz o reverendo padre Francisco Pinto de licença do reverendo vigario baptizou de baixo de condiçaõ e poz os santos oleos a JOAQUIM filho do alferes ANTONIO PINTO DOS SANTOS, e ANNA THEREZA DE OLIVEIRA foraõ padrinhos Joaquim Pinto dos Santos por procuraçaõ que aprezentou Manuel Gomes dos Santos, e Theodora filhos de dona Theodora Maria de Siqueira. \\ Francisco Pinto de Siqueira.
  F vi Joaquina Eufrásia de Oliveira
  F vii Mariana de Oliveira was born in 1819 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. She was christened on 29 May 1819 in Igreja Matriz de Cunha.

Batismo (L6 f66v) # Aos vinte e nove de maio de mil oito centos e dezanove annos nesta matriz baptizei, e puz os santos oleos a incente MARIANNA filha de antonio pinto digo do alferes ANTONIO PINTO DOS SANTOS, e de ANA THEREZA DE OLIVEIRA moradores na Bocaina, foraõ padrinhos o tenente Gregorio Rodrigues Ribeiro, e sua mulher Maria Joaquina, todos desta freguezia. \\ O vigario collado Antonio Galvaõ Freire.

Recenseada em 1830 (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, ano 1830, Cunha, pp 97, # 22).
  M viii Joaquim Gomes Pinto dos Santos was born in 1821 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 26 Aug 1821 in Igreja Matriz de Cunha.

Batismo (L6 f--v) # Aos vinte, e seis dias do mez de agosto de mil oito centos, e vinte e hum annos nesta matriz baptizei; e puz os santos oleos a JOAQUIM filho do alferes ANTONIO GOMES DOS SANTOS PINTO, e ANNA THEREZA DE OLIVEIRA: foraõ padrinhos os alferes Nuno da Silva Reis e Francisca Joaquina de Oliveira mulher de Francisco Monteiro todos desta. \\ O coadjutor Manuel Rodrigues Silva.
  M ix José Gomes Pinto dos Santos was born in 1822 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 23 Aug 1822 in Igreja de NS da Conceição de Cunha. He died before 1830 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil.

Batismo (L6 f--v) # Aos vinte e trez dias do mes de agosto de mil oito centos e vinte e trez annos nesta matriz o reverendo Manuel Rodrigues Silva de licença baptizou, e poz os santos oleos a JOZE filho do alferes ANTONIO PINTO DE SIQUEIRA, e ANNA THEREZA DE OLIVEIRA moradores no Pinhal: foraõ padrinhos Joaquim Pinto de Siqueira, solteiro, e Catharina Monteira mulher de Joaõ Pinto de Siqueira todos desta. \\ O padre Manuel Rodrigues da Silva.
  M x Francisco Pinto dos Santos
  M xi Manoel Gomes Pinto dos Santos was born in 1828 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 20 Jul 1828 in Igreja de NS da Conceição de Cunha.

Batismo (L7 f--) # Aos vinte dias do mez de julho de mil, e oito centos, e vinte, e oito nesta matriz baptizei, e puz os santos oleos a MANOEL filho legitimo do alferes ANTONIO GOMES DOS SANTOS PINTO, e de dona ANNA THEREZA DE OLIVEIRA: foraõ padrinhos o capitaõ Bonifacio Pereira de Toledo, e dona Theodora Maria de Sequeira todos desta. \\ O coadjutor Manoel Antonio Rodrigues Villela.
  F xii Jesuína Eufrásia de Oliveira
  M xiii José Gomes Pinto dos Santos was born in 1831 in Bairro do Pinhal em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 31 Dec 1831 in Igreja de NS da Conceição de Cunha.

Batismo (L8 f7v) # Aos trinta e hum de dezembro de mil oito centos e trinta e hum anno nesta matriz baptizei e puz os santos oleos a JOZE filho do alferes ANTONIO GOMES DOS SANTOS PINTO e ANNA THEREZA DE OLIVEIRA: padrinhos o alferes Joze Gomes dos Santos Pinto, e Marianna Joaquina de Oliveira todos desta. \\ Francisco Pinto de Sequeira.
  M xiv Bonifácio Pinto dos Santos
  F xv Generosa Eufrásia de Oliveira
  F xvi Ledoína Justina de Oliveira

JOÃO Pinto dos Santos [Parents] was born in 1792 in Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He died before 1860 in Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He married CATARINA Gomes Monteiro de Siqueira on 17 May 1817 in Casa de Maria Jacinta de Siqueira.

Casamento (L3 f62) # Aos dezasette de maio de mil oito centos e dez sette anno nesta matriz em caza de dona MARIA JACINTA DE SIQUEIRA em licença do reverndo primo vigário da vara Francisco da Costa Moreira em minha prezença pelas onze horas da manhaã feitas as denunciaçoës na forma do estillo, sem outro impedimento mais do que o de segundo gráo de sanguinidade, de que foraõ dispensados pelo dito reverendo vigario da vara, com provizaõ do mesmo em minha prezença, e das testemunhas abaixo asignadas o reverendo Francisco Pinto de Siqueira, e o alferes Nuno Váz da Silva Reis se recibiraõ em matrimonio por palavras de presente procedendo o sacramento da penitencia JOAÕ PINTO DOS SANTOS filho legitimo de FRANCISCO PINTO DOS SANTOS, já defucto, e de dona THEODORA MARIA DE SIQUEIRA, e donna CATHERINA MONTEIRA DE SIQUEIRA filha legitima do guarda mor MANUEL LOPES MONTEIRO, e dona MARIA JACINTA DE SIQUEIRA, naturais, e baptizados nesta freguezia e logo receberaõ as bençoes nupciais. \\ O vigario collado Antonio Galvaõ Freire \\ O padre Francisco Pinto de Siquiera \\ Nuno da Silva Reis.

Tinha fazenda de criar porcos, com rendimento de 600$000 rs, 1200 alqueires de milho, 80 de feijão, 20 de arroz, 300 arrobas de toucinho. Declarou saber ler e escrever, "podendo ser empregado, e tem decente subsitencia" e possuia 11 escravos (Maços de População, Arquivo do Estado de São Paulo, ano 1835, Cunha, pp 57)

CATARINA Gomes Monteiro de Siqueira [Parents] was born in 1794 in Cunha, São Paulo, Brasil. She died after 1864 in Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. She married JOÃO Pinto dos Santos on 17 May 1817 in Casa de Maria Jacinta de Siqueira.

They had the following children:

  M i Joaquim Pinto dos Santos was born in 1819 in Pedra Branca (Faz. do Jaboticabal) em Cunha, São Paulo, Brasil. He was christened on 14 Mar 1819 in Igreja Matriz de Cunha.

Batismo (L6 f64) # Aos quatorze de março de mil oito centos, e dezanove annos nesta matriz o reverendo padre Francisco Pinto de Siqueira de licença do reverendo vigario bautizou, e poz os santos oleos a JOAQUIM filho de JOAÕ PINTO DOS SANTOS e CATHARINA MONTEIRA: foraõ padrinhos o mesmo baptizante e dona Theodora Maria de Siqueira todos desta freguezia. \\ O coadjutor Nuno Posidonio.
  M ii João Pinto dos Santos
  F iii Maria Jacinta Pinto dos Santos
  M iv JOSÉ Pinto dos Santos Leite
  F v Mariana Pinto dos Santos
  M vi Nuno Pinto dos Santos
  M vii Francisco Pinto dos Santos
  F viii Teodóra Maria de Siqueira

Home First Previous Next Last

Surname List | Name Index